11 de outubro de 2007

Tá quase... 8 meses

ANTES DE SER MÃE eu fazia e comia os alimentos ainda quentes. Eu não tinha roupas manchadas,tinha calmas conversas ao telefone.
Antes de ser mãe, eu dormia o quanto eu queria, Nunca me preocupava com a hora de ir para a cama. Eu não me esquecia de escovar os cabelos e os dentes. Eu não tropeçava em brinquedos e nem pensava em canções de ninar.
Antes de ser mãe, eu não me preocupava se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas então, eram coisas em que eu não pensava.
Antes de ser mãe, ninguém vomitou ou fez xixi em mim. Nem me beliscou sem nenhum cuidado, com dedinhos e unhas finas. Antes de ser mãe, eu tinha controle sobre a minha mente, meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos, e dormia a noite toda.
Antes de ser mãe, eu nunca tive que segurar uma criança chorando, para que médicos pudessem fazer testes ou aplicar injeções. Eu nunca chorei olhando pequeninos olhos que choravam. Nunca fiquei gloriosamente feliz com uma simples risadinha. Nem fiquei sentada horas e horas olhando um bebê dormir.
Antes de ser mãe, nunca segurei uma criança, só por não querer afastar meu corpo do dela. Eu nunca senti meu coração se despedaçar, quando não pude estancar uma dor. Nunca imaginei que uma coisinha tão pequenina, pudesse mudar tanto a minha vida e que pudesse amar alguém tanto assim. E não sabia que eu adoraria ser mãe.
Antes de ser mãe, eu não conhecia a sensação, de ter meu coração fora do meu próprio corpo. Não conhecia a felicidade de alimentar um bebê faminto. Não conhecia esse laço que existe entre a mãe e a sua criança. E não imaginava que algo tão pequenino, pudesse fazer-me sentir tão importante.
Antes de ser mãe, eu nunca me levantei à noite toda , cada 10 minutos, para me certificar de que tudo estava bem. Nunca pude imaginar o calor, a alegria, o amor, a dor e a satisfação de ser uma mãe. Eu não sabia que era capaz de ter sentimentos tão fortes. Por tudo e, apesar de tudo, obrigada Deus, por me fazer ser agora alguém tão frágil e tão forte ao mesmo tempo. Obrigada meu Deus, por permitir-me ser Mãe.

8 meses de uma espera que pareceu não ter fim...

Minha menina
Você ainda não nasceu, mas já é a razão da minha vida. A pessoinha pra quem eu conto todos meus segredos e que está comigo o tempo todo. Daqui por diante, meu amor, vai ser sempre assim. Nunca mais iremos nos separar e eu sempre terei alguém pra cuidar e pra cuidar de mim. Você é a razão da minha vida, alguém por quem qualquer esforço vale a pena. Meu amor por ti é imensurável e agora a minha meta de vida é te fazer feliz, minha Pietra. Te amo pra sempre! Mamãe. 16/10/07.

Eu aprendi...

Que ter uma criança adormecida nos braços é um dos momentos mais pacíficos do mundo;

Eu aprendi ...que ser gentil é mais importante do que estar certo;

Eu aprendi... ...que eu sempre posso fazer uma prece por alguém quando não tenho a força para ajudá-lo de alguma outra forma;

Eu aprendi... ...que não importa quanta seriedade a vida exija de você, cada um de nós precisa de um amigo brincalhão para se divertir juntos;

Eu aprendi... ...que algumas vezes tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender;

Eu aprendi... ...que os passeios simples com minha mãe em volta do quarteirão nas noites de verão quando eu era criança fizeram maravilhas para mim quando me tornei adulto;

Eu aprendi... ...que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos;

Eu aprendi... ...que dinheiro não compra "classe";

Eu aprendi... ...que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular;

Eu aprendi... ...que debaixo da "casca grossa" existe uma pessoa que deseja ser apreciada, compreendida e amada;

Eu aprendi... ...que Deus não fez tudo num só dia; o que me faz pensar que eu possa ?

Eu aprendi... ...que ignorar os fatos não os altera;

Eu aprendi... ...que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;

Eu aprendi... ...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi... ...que a

Eu aprendi... ...que cada pessoa que a gente conhece deve ser saudada com um sorriso;

Eu aprendi... ...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;

Eu aprendi... ...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi... ...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.

Eu aprendi... ...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;

Eu aprendi... ...que devemos sempre ter palavras doces e gentis pois amanhã talvez tenhamos que engoli-las;

Eu aprendi... ...que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência;

Eu aprendi... ...que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;

Eu aprendi... ...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;

Eu aprendi... ...que só se deve dar conselho em duas ocasiões: quando é pedido ou quando é caso de vida ou morte;

Eu aprendi... ...que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer... e que ainda tenho muito a aprender.


"O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece à lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho. "