22 de setembro de 2011

E numa conversa sobre comportamento, teimosia, e coisa e tal, eu falo...
- Filha, vc tem que respeitar a mamãe, obedecer, ser boazinha, pois mãe a gente só tem uma...
Ela responde...
- Mas e o Enzo? Porque ele tem duas mães?


Continuando a conversa...
-Filha, quando eu era pequena, obedecia a vovó porque eu tinha medo de magoá-la, entristecê-la... Eu sempre a amei mais que tudo no mundo... E hoje eu amo vc e ela mais que tudo...
Ela responde...
-Mas e o vovô? Vc tb não amava- ama ele?


E outro dia, ao sair da escola...
-Mamãe, deixei minha Barbie com cabelo lisinho, passa a mão pra vc ver...
Eu pergunto: - Mas o que vc fez; escovou bastante?
E ela responde:
-Escovar só não adianta... Tem que molhar também... E eu molhei com bastante cuspe e baba... Viu como ficou ótimo!

8 de setembro de 2011


Em uma conversa séria com sua babá, Pietra diz:
- Olha Carol, se vc ficar boazinha eu posso te chamar de Ca, mas se vc fizer feiura pra mim vou te chamar de Cadu... E vc vai virar homem, hein.

Durante uma sessão de cinema assistindo aos smurfs, meu sol levanta da cadeira e se abaixa pra se esconder... Eu, desprovida de qualquer psicologia infantil falo pra ela se levantar e parar de bagunça.. Então ela me responde:
-Mamãe, vc não entende? O Gargamel está olhando feio pra mim!

Conversando comigo sobre a nova aparência do quintal, que agora tá cheio de pedrinhas ela me diz:
-Mamãe, queria que o tio posse pedra até lá no fim, perto da casa do Aiko. Então eu explico que o cachorro precisa de um pedaço de grama e em seguida corrijo-a:
-Posse não, pusesse!
Ela fica pensativa por alguns segundos e depois responde:
-Não, não... Não é pussesse que eu queria é pedra, mesmo. Aliás, o que é pusesse mesmo?