11 de novembro de 2010

três anos de felicidade...



Filhinha, hoje o dia amanheceu feliz... Por ser seu aniversário, por vc estar há três anos iluminando a vida de todos que vivem ao seu redor.

Meu anjo, me lembro exatamente do dia, do momento em que vc chegou... Me lembro como se estivesse acontecendo agora. E sei que levarei para sempre este momento... Ontem a noite, quando te observei dormindo, lembrei também como eu me senti há três anos... Revivi a última noite em que ainda éramos uma só.

Estávamos na casa da vovó Palas, eu, vc (ainda em meu ventre) e seu pai. A minha ansiedade era enorme. Quando a noite chegou, todos foram dormir. Mas eu passei a noite em claro... Inteirinha... Nem me deitei.
Fiquei no computador do seu avô, conversando com as amigas mães que fiz no orkut durante a gravidez... E sonhando como seria minha nova vida dali algumas horas.
Quando amanheceu, eu tomei um banho e me vesti... Apressava todo mundo para sair, pois queria logo chegar ao hospital. Chegando lá, a Aline e tia Cidinha já nos aguardavam com a filmadora em mãos... Ela (Aline) foi filmar o parto, pena que o hospital não permitiu.
Uma longa espera até vc chegar, filha... O médico fez vários partos de emergência antes do meu. Eu me sentia feliz e serena como nunca me senti. O momento mais feliz e importante da minha vida estava para acontecer.
Exatamente às 11h25min eu e seu pai escutamos o choro mais lindo do mundo. Que sensação maravilhosa... Desde então, me sinto completa, feliz e realizada. Você mudou minha vida, filha! Você mudou nossas vidas!

Hoje, ao pensar na sua história, que é a minha história; acho tudo lindo e confesso que não mudaria uma vírgula... Nadinha! Fui feliz... Sou feliz... Exatamente do jeito que foi... Exatamente do jeito que é.
Há quase 6 anos, eu me casei com seu pai. Fomos muito felizes juntos, crescemos, superamos dificuldades, e juntos vivenciamos a maior conquista e alegria de nossas vidas: VOCÊ.
Formamos um casal feliz, depois uma família feliz e quando soubemos, cada um foi ser feliz ao seu modo.
Era hora de ir e deixar em mim o que precisava ficar. Mas seu pai ficou também, filha... Ficou em você, que me mostra todos os dias um tanto dele. Sei que você me é também, mas, como não me assisto de fora, não me reconheço. Talvez ele o faça.

Você vem comigo sempre, aconteça o que acontecer. Sei que vc também leva a mim e a seu pai. A este paradoxo, dou o nome de sorte... De uma forma ou de outra nós três estaremos sempre juntos em você.

2 comentários:

  1. Deu pau na internet e achoi que vc recebeu comentário errado...

    Correção: Doce Pietra parabéns pela família que lhe dá tanto amor.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo toda essa demonstração de amor pela sua filhota. Parabéns para essa linda menininha!!!

    ResponderExcluir

Para você que veio nos visitar vai o nosso muito obrigada...