9 de fevereiro de 2012

Desabafo

É filha, confesso que não é só de rosas que vive a maternidade. Não estamos passando por uma época fácil. Tenho tido algumas dificuldades com vc. Sua teimosia e agitação já eram conhecidas por mim, porém agora a personalidade desafiadora começou a dar o ar da graça. Isso tem me assustado e causado muitas brigas entre nós. Passo horas do dia pensando numa nova estratégia para lidar contigo, mas no fim acaba sempre do mesmo jeito, eu gritando, vc chorando e, muitas vezes, eu também chorando, escondida de vc, claro. Sinto-me uma tremenda incompetente e confesso que todas as outras atividades tem sido mais fáceis do que este enorme desafio de criar uma filha.
Espero que um dia você possa compreender, meu amor, que mamãe não briga por falta de amor e sim, por excesso dele. Não quero que amanhã vc apanhe da vida, que não saiba lidar com um não e muito menos que desrespeite as pessoas a sua volta.
Tenho tentado dar o melhor de mim, apesar de achar que na maioria das vezes acabo falhando. Estou sofrendo, mas acredito que seja uma fase e que tudo se ajeitará.
Te amo e sempre te amarei.

Um comentário:

  1. Querida amiga. Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

    ResponderExcluir

Para você que veio nos visitar vai o nosso muito obrigada...