14 de dezembro de 2011

Andando de carro comigo, eis que ela solta...
-Mamãe, cadê o braço da rua?
-Que braço? Rua não tem braço.
-Tem sim, lembra aquele dia que o marronzinho falou que o braço da rua ia mudar e ia ficar ao contra mão.

Na concessionária, enquanto eu negocio o serviço com o atendente, Pietra numa conversa intima com um senhor, lhe pergunta:
-Porque vc não cortou a barba hoje? Tem que cortar todo dia se não fica feio.

Ai, só minha filha mesmo.

Um comentário:

  1. Pedi para minha neta:
    - Pietrinha, dá um beijo no vovô!
    Ela, sem deixar a brincadeira com as coleguinhas, responde:
    - Não, vovô, já estou satisfeita.

    ResponderExcluir

Para você que veio nos visitar vai o nosso muito obrigada...