20 de outubro de 2008

por você

Meu amor, estou aqui no trabalho, aliás meu corpo está presente, mas a alma fica vagando. Meu coração está confuso. Acho que será preciso um tempo para que de novo eu procure o meu lugar, como diz a Cris Guerra.

Estou com o coração apertado, filha... Não por mim; por você! Sinto sua falta e sei que amanhã sentirei ainda mais, pois hoje já avisei na creche que a partir de amanhã você entrará as 7 horas. Coitadinha do meu bebê, ter que sair da cama tão cedo. Mas eu prometo, Pietra, que mais do que nunca, farei tudo o que estiver ao meu alcance pra te fazer feliz, filha.
Só quero felicidade na sua vida, sorrisos no seu rosto.
É normal que a gente se sinta assim, como se tivessse o maior problema do mundo. O maior problema é sempre o nosso, pois somos nós que temos que resolvê-lo. Cris Guerra

Meu amor, seremos felizes! Tenho certeza disto. Aconteça o que acontecer. Amo você com todas minhas forças.
Mamãe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para você que veio nos visitar vai o nosso muito obrigada...