19 de novembro de 2008

tempo ao tempo

Sabe filha, ando meio sumida daqui. Na verdade, tenho estado meio triste ultimamente, e não gosto de vir aqui quando estou assim. Mas dentro dessa melancolia, Pietra, há espaço para a felicidade. É impossível não sentir-se plena ao olhar para vc todos os dias... Alegre, amorosa, inteligente, saudável, esperta, crescendo, descobrindo o mundo.
Como diz a Cris Guerra: a vida não é sempre alegre ou sempre triste: existe alegria na tristeza, tristeza na alegria.

Espero que você me perdoe, mas a vida é assim, filha. Tem dias que não estamos bem... Mas depois vem a noite, e com ela, um novo dia... Então estou dando tempo ao tempo!

Pensar nos momentos felizes me faz sentir melhor... Não posso me queixar da falta deles. Desde que vc nasceu, eu e seu pai temos vivido muitas coisas boas juntos. Nós três, sempre! E precisa de mais?


Por isso quase sempre ando com a câmera fotográfica. É um jeito particular de eternizar esses momentos felizes.
E quando estamos assim, meio pra baixo, olhar para rostos felizes nos faz rir de novo. Principalmente se vc reconhecer a si e a quem mais ama nestes rostos.
 
Hoje você é a nossa pequena. Amanhã você vai crescer e as coisas vão deixar de ser como são. Mas nós três seremos sempre esses três. Eu, você, ele. Um dentro do outro.
Dia feliz, sábado de sol e clube... 15.11.08
Meu solzinho parecia um peixinho...
rindo do amor...
O mundo parece menos assustador porque você existe.

Um comentário:

  1. Quem sabe, estamos olhando pra uma futura medalhista da natação!!!!!
    Pelo jeito a Pietra gosta muito de água.
    Linda, cada vez mais radiante!
    A tia ama você.Bjs

    ResponderExcluir

Para você que veio nos visitar vai o nosso muito obrigada...